Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Publicidade

05
Out16

Comprimidos para intolerância a lactose.

fullsizerender.jpg

 

Confesso que já não me recordo onde ou quem me falou na existência de comprimidos para as pessoas que são intolerantes à lactose, mas a ideia ficou a germinar na minha cabeça até agora!

 

No outro dia quando fui à farmácia, tratar de outros assuntos, lembrei-me de perguntar por comprimidos para lactose. Como a caixa de 60 cápsulas apenas custava €9,18 decidi comprar.

 

Como funcionam? Explicando de uma forma simplista, a enzima lactase é essencial para a digestão do leite, mas alguns de nós, especialmente doentes de Crohn, ou não a produzimos, ou produzimos em quantidades insuficientes para a digestão de alimentos que contêm lactose.

 

Para pessoas que como eu são intolerantes, a ingestão de lactose tem algumas consequências que não são muito agradáveis como por exemplo: dor abdominal, diarreia, flatulência, cãibras, inchaço abdominal etc. A alternativa que dispomos é não ingerir esses alimentos, o que, sejamos sinceros, não é a opção mais interessante porque nos impede de ingerir os melhores gelados!!!!! 

 

Para saber se funciona ou não, decidi usar o meu corpo para a ciência e experimentar os efeitos de ingestão de lacticínios com e sem a toma dos comprimidos. 

 

Comi vários gelados tendo tomado os comprimidos e os efeitos secundários foram ZERO! Já estou tão habituado a ter problemas de comer gelados que até pareceu estranho poder comer sem ter problemas. Umas semanas mais tarde decidi experimentar comer um gelado sem tomar os comprimidos e foi o drama, a tragédia, o horror! Cólicas ligeiras, barriga inchada, dificuldade em dormir etc....

 

 

Portanto a conclusão é que funciona, e vale bem a pena ter os comprimidos à mão para usarmos quando cometemos aqueles pecados alimentares inesperados