Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Publicidade

11
Abr17

HC: Sem nome (Portugal)

Nome:
(Esqueci-me de perguntar )
 
Idade atual:
43
 
Em que idade é que apareceu a doença de Crohn (DC)?
18
 
Como é que a doença se manifestou no início, tem familiares com DC?
A doença começou a dar noticias durante o 1ºano da universidade, aquando das 1ªs frequências. Na altura achei, que era o stress de estar a estudar numa cidade que não era a minha e os nervos das frequências. Mas não o stress passou e as diarreias continuaram e as forças começavam a faltar no final do mês de Fevereiro, quando cheguei a casa e só queria era dormir, levara-me para o hospital e lá fiquei um mês. Na altura e já foi a alguns anos, tratar-me tipo dr. House. Não acertavam no diagnostico e testavam tudo. Até aos trinta e três as crises foram muitas, mas nunca fui operada, nem tomei medicamentos biológicos.
 
Depois de lhe terem explicado que a doença era crónica, qual foi a sua reação?
A minha reação foi fazer tudo ao contrário do que me diziam. Não era possível que estivessem certos. pois achava que "isto" vai passar. Quando finalmente encaixei que era crónico comecei a ter crises de ansiedade, procurei ajuda e percebi que estava a encara a minha mortalidade. O que nos outros pode ser fácil , mas eu só tenho esta .
 
Quais as restrições que a doença causa à sua vida?
Não bebo bebidas alcoólicas, tenho algum cuidado com a alimentação.
 
Que alterações teve no peso?
No principio da doença emagreci dos 60 Kg para os 50, hoje em dia estou com 66Kg o que para a minha altura é demasiado (1,60m).
 
A alimentação tem influência no agravamento da doença? Se sim que conselhos pode dar.
Tem , mas não é muita, evito as pimentas, os verdes, grão, feijão e afins, e bebo só o galão de manhã, mas sinto-me melhor quando não o tomo.
 
Com que frequência tem as crises e quanto tempo duram? Há forma de prever uma crise?
Hoje em dia as crises que tenho são de horas e ao final do dia. chego em casa super cansada, mesmo em dias leves, e com alguma idas ao wc. depois de uma noite de descanso estou ótima.
 
Que medicação é que já teve de tomar? Que efeitos secundários tiveram esses medicamentos (se tiveram), no seu corpo? Atualmente, ainda precisa de controlar a doença com alguma medicação?
Salofalk e Imuran.
 
Surgiram outros problemas de saúde relacionados com a DC?
Dores nas articulações e crises de ansiedade (ataques de pânico).
 
Já foi sujeito a alguma intervenção cirúrgica devido à DC? Se sim, que intervenção foi essa e durante quanto tempo esteve bem, depois teve de continuar a tomar medicação?
Não.
 
Há quem defenda que existe uma relação entre o estado psicológico do doente e a própria doença. Concorda? Até que ponto tem impacto na sua vida?
Concordo, normalmente sinto que sempre uma situação de stress faz despoletar uma crise.
 
E a família e os amigos, apoiaram-no? Considera esse apoio fundamental?
Sim, embora as vezes paço por preguiçosa, pois ando cansada e sem forças, e para alguns não percebem...
 
Sentiu algum preconceito das pessoas relativamente à doença?
Não, a maioria das pessoas não conhece a doença.
 
Se tem que viajar como faz?
Vou a uma consulta antes e faço analises para prever ou não uma crise.
 
Por fim, que mensagem deixaria a todos aqueles que têm DC e que, ora por inexperiência a lidar com a doença, ora por falta de força, vacilam?
A minha esperança desde a muitos anos é que inventem a descoberta para esta doença, é isso e o tele-transporte. O que virá primeiro .
 

 

Voltar a Histórias de Crohn