Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Publicidade

10
Nov16

O Velho Continente é o novo mundo da canábis

links1.png

 

Resumo:

 

A utilização da canábis para fins medicinais é cada vez mais uma realidade e está a alastrar na Europa. Brendan Kennedy, CEO da Privateer Holdings, falou esta quinta-feira na Web Summit e revelou que a sua empresa quer investir em Portugal.Encontrei este artigo hoje ao ler as noticias no jornal expresso (ao contrário do sistema automático que tenho implementado que me avisa sempre que um artigo é lançado com as palavras "doença de Crohn". Vamos ver se isto acelera as pequisas para a DC.Aqui ficam as partes que achei sere mais importantes/interessantes:

 

Era até há poucos anos um dos maiores tabus da indústria farmacêutica e da comunidade médica, mas o uso de canábis para fins medicinais tem vindo a crescer. E não se trata apenas de um crescimento em número de utilizadores. A canábis é cada vez mais estudada e são várias as empresas a tentar entrar num negócio multimilionário (...)

.

(...) a legalização da canábis para fins medicinais na Alemanha avança já no início do próximo ano. "Na Alemanha, 80 milhões de pessoas poderão ter acesso à canábis medicinal mediante uma simples prescrição do seu médico (...)

.

(...) Em março deste ano, o ministro alemão da saúde, Hermann Groehe, havia explicado o porquê da abertura da República Federal Alemã às novas terapêuticas. "O nosso objetivo é que os doentes graves sejam tratados da melhor maneira possível (...)

.

(...) A investigadora norte-americana não tenta fazer uma apologia do uso de canábis em todos os casos. Catherine considera "necessário que se estudem as composições químicas de cada espécie para que se perceba o que está em causa" e quais as melhores plantas para o tratamento de cada doença. Por enquanto, a administração da canábis para fins medicinais é feita "essencialmente através da inalação de vapores da planta seca, mas é preciso ir mais além". A ideia é que se criem também "sprays nasais e pensos dérmicos" seguros para os utilizadores. (...)

 

O original pode ser lido aqui:

http://expresso.sapo.pt/web-summit/2016-11-10-O-Velho-Continente-e-o-novo-mundo-da-canabis