Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Publicidade

22
Fev17

Trouxe Crohnfetis!

Acho que para muitos dos meus leitores o título do artigo trará uma sensação de dejá vu. Sim, é o anúncio com que fomos bombardeados até há exaustão há uns valentes anos atrás. Infelizmente funcionou bem demais, e ficou latente no meu subconsciente estes anos todos (embora eu não fosse o público alvo da campanha publicitaria).

 

 

 

E o que é que isto tem a ver com a doença de Crohn?

 

É que a minha última crise apareceu desta maneira. De um momento para o outro mas sem confetis, e ainda não inventaram um penso anti Crohn . Se bem quando o Crohn aparece..... temos de ir à casa de banho! 

 

Mas falando a sério, esta crise apareceu do nada no dias dos namorados à noite (acordei às 4h da manhã do dia seguinte com umas dores de barriga horríveis, só consegui adormecer às 6h30), e só agora, passado mais de uma semana, é que os sintomas começam a passar. No dia dos namorados comi três pedaços de chocolate guylian de manhã e à noite comi umas gomas da marca continente (porque estavam em promoção).

 

Nos meses anteriores fiz asneiras de alimentação muito piores quase sem efeitos secundários e desta vez parece que fui atropelado por um comboio. Na noite seguinte voltei a acordar a meio da noite e a ficar algumas sem conseguir dormir por causa das dores de barriga.

 

Confesso que fiquei moderadamente assustado com o estado da barriga. No dia seguinte reduzi os hidratos de carbono ao almoço para metade e à noite reduzi a 100%. Com isto já consegui dormir sem dores, mas a barriga ficou dorida, à mínima pressão sentia dor na zona abdominal, principalmente do meu lado esquerdo, e sentia um certo desconforto constante. Entretanto as dores/desconforto foram diminuindo e hoje já me estou a sentir "normal", se bem que percebo que a barriga ainda não está a 100%. Não sei se foi a redução do consumo de hidratos (como algumas dietas aconselham) que me fez melhorar, mas tenho de facto melhorado. Também fiz muito exercício físico (andar a pé) para ver se aumentava a motilidade intestinal.

 

grafico.gif

 

Hoje comecei a comer uns iogurtes com bifidus para ver se as bactérias fazem bem ou ao intestino (como outras pessoas também aconselham).

 

Esta crise trouxe memórias de outros tempos em que o Crohn estava mais presente. E como nos sentimos mal quando a doença está a atacar a sério. Sou, sem duvida alguma, um privilegiado ao conseguir ter a doença em grande parte em remissão e por tanto tempo.

 

Também percebi que as "mini crises" que andava a ter não são de facto crises nenhumas. Tenho quase a certeza absoluta que são paragens de digestão, ou indigestão ou algo do género, que depois passa depressa.

 

O mais interessante no meio de isto tudo é que foi no dia em que comecei a comer alface e em que comi palitos de chocolate branco da marca continente que fiquei melhor! Pensei seriamente que os palitos me iam fazer mal, mas não fizeram! Será que um dos nossos erros é a eliminação completa dos vegetais/frutas?

 

Para a semana que vem devo trazer mais novidades sobre a minha barriga.