Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

15
Mai09

15-05-2009 - Mais ou menos

Depois de ter provado o que é não ter dores, não ter doença, não ter nada, fica tudo um pouco à quem das expectativas. Ter dores é mau, e pior ainda é só as ter de noite e dormir mal por isso. Não sei bem o que se passa comigo, todo este iniciar do tratamento está a deixar mazelas, com tantas idas ao hospital a faculdade está a ficar (ainda mais do que antes) para trás. Fico bastante apreensivo com isso, afinal de contas é o meu futuro e eu gostava de ter um risonho e cheio de felicidade e dinheiro. Não digo dinheiro de uma maneira gananciosa, mas sim no sentido de que acho que já devia estar financeiramente independente dos meus pais. Não lido muito bem com esta dependência, a quantidade de amigos que já têm "a vida feita"  e eu aqui neste carrossel às voltinhas, sem sair do mesmo sitio e sempre num sobe e desce. Estou enjoado e desgastado de tantas subidas e tantas descidas, o perceber de como funciono deixa-me mais apreensivo ainda, o perceber dos padrões e saber que a seguir a tudo de bom há sempre a descida e como em vez de me mostrar como estou errado o padrão volta sempre a acontecer. Quero subir à tona e respirar como todos os outros, mas sou sempre puxado para o fundo do lago. Não está certo, não é justo e infelizmente não sei o que fazer. Depois de ter posto todas as minhas expectativas no Humira, deixei-me mais uma vez deslumbrar e transferi todas as minhas fantasias de uma vida melhor e de um eu melhor para o Humira. Não há milagres neste mundo e não percebo como é que ainda não abri os olhos e me apercebi como isso é verdade, não podemos viver sem esperança, mas até que ponto o realismo e a esperança não são a exacta mesma palavra?

 

Disse-me uma pessoa, que não conhecia um único ciclo que não fosse possível quebrar. Entra um pouco em conflito com o facto de eu achar que as pessoas não mudam. Experiência de vida... Porque é que não se havia de aplicar a mim mesmo?