Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

24
Nov16

Trabalhos de biologia celular e gastroenterologia são os vencedores dos Prémios Pfizer de Investigação, no valor de 20 mil euros cada, que são anunciados esta terça-feira.

links1.png

 

Resumo:

 

Temos portugueses a fazer investigação sobre a DC  .

 

Uma equipa descobriu, nos intestinos de ratinhos, que o sistema nervoso funciona como um guardião da saúde intestinal, protegendo os tecidos contra as infecções e combatendo-as quando elas surgem. Por isso, Henrique Veiga Fernandes vai receber o prémio de Investigação Básica atribuído pela Pfizer (...)

 

 

O original pode ser lido aqui:

https://www.publico.pt/ciencia/noticia/da-troika-multicelular-nos-intestinos-ao-efeito-de-um-botao-numa-endoscopia-1751102

 

 

ps: Obrigado à Zoraida pela dica.

18
Nov16

Testada a eficacia de tratamento da doença de Crohn com Azatioprina, resultados dizem que tem a mesma eficácia que o placebo

links1.png

 

Resumo:

 

Esta noticia só pode ser catalogada de BOMBÁSTICA! Parece que se decidiu fazer um estudo relativamente à eficácia do tratamento da DC utilizando Azatioprina (Imuran) e os resultados dizem que não há diferenças estatísticas relevantes nas taxas de remissão da doença. Trocando isto por miúdos, quem tomou o placebo teve taxas de remissão semelhantes a quem tomou o medicamento. Portanto o medicamento não está basicamente a fazer nada! Não sou perito na área, mas a serem verdade estes resultados e tendo em conta as contra indicações que estes medicamentos têm, quem os toma devia ponderar seriamente a situação. Ler bem o artigo em inglês, pesquisar na internet estes resultados e ter uma conversa séria com o médico, porque se o medicamento não faz nada... que razão há ara se continuar a tomar?

 

 

O original em inglês pode ser lido aqui:

http://www.empr.com/news/antimetabolite-therapy-and-crohns-disease-efficacy-safety-examined/article/568829/

 

13
Nov16

Artigo que fala da doença de Crohn no Onservador

links1.png

 

Resumo:

 

Tenho que fazer uma ressalva, sim eu sei que o Observador é um site com uma agenda politica, e este artigo também tem uma intenção política por trás. Mas penso já ter deixado, várias vezes, claro que este blog não toma posições políticas, ou religiosas ou sobre outros assuntos que dividem a sociedade. A razão pela partilha deste artigo é porque acho que tem uma parte muito interessante que é a que transcrevi aqui:

 

(...)Há um par de anos o ministro finlandês da Saúde fez o que todos os políticos ligados às questões que tocam nas fibras mais sensíveis das populações deviam fazer: durante um dia inteiro simulou ser um doente crónico mimetizando o comportamento de um jovem com doença de Crohn. Para quem tem a felicidade de não saber do que se trata, deixo aqui o essencial sobre uma doença inflamatória do intestino que afecta principalmente jovens adultos entre os 16 e os 40 anos: dor ou cólica abdominal severa, febre, diarreias brutais e recorrentes (perdoem-me a escatologia, mas é mesmo esta a realidade da esmagadora maioria dos doentes).O dia que o ministro da Saúde finlandês guardou na sua agenda para assumir as dores e desconfortos (simulados, note-se) de um jovem doente, foi passado a copiar exactamente o ritmo deste mesmo rapaz. Recebeu dezenas de sms no seu telemóvel indicando sintomas e procedimentos. Durante a manhã e ao longo da tarde foi obrigado a interromper as reuniões de trabalho vezes sem conta para se sentar na retrete durante pelo menos dez minutos seguidos (felizmente sem desconforto nenhum, já que estava apenas a simular, insisto) e assim imitar o quotidiano daquele jovem.Abstenho-me de enunciar aqui detalhes que seriam insuportáveis para quem lê uma simples crónica de jornal, habitualmente sem cheiros nem cores, mas posso garantir que ao fim do dia o ministro da Saúde estava estafado, enervado, frustrado e sem mais capacidade de resistência. Mesmo tendo apenas simulado ser um doente de Crohn e não passando realmente pelas dores e desconfortos, o ministro terá desabafado: “Não sei como é que conseguem viver assim todos os dias que duram as crises, nem como se atravessa uma vida inteira com uma doença crónica”.No dia seguinte retomou a normalidade, coisa que não aconteceu com o rapaz, nem acontece com os doentes crónicos nem com os portadores de deficiências ou doenças incapacitantes, claro. Tenho a certeza de que a experiência de se pôr na pele de um doente mudou para sempre a perspectiva deste responsável pela saúde pública e privada de todo um país (...)

 

Quanto ao resto do artigo, como disse em cima, no comment! 

 

 

O original pode ser lido aqui:

http://observador.pt/opiniao/questoes-mesmo-fracturantes/

.

10
Nov16

O Velho Continente é o novo mundo da canábis

links1.png

 

Resumo:

 

A utilização da canábis para fins medicinais é cada vez mais uma realidade e está a alastrar na Europa. Brendan Kennedy, CEO da Privateer Holdings, falou esta quinta-feira na Web Summit e revelou que a sua empresa quer investir em Portugal.Encontrei este artigo hoje ao ler as noticias no jornal expresso (ao contrário do sistema automático que tenho implementado que me avisa sempre que um artigo é lançado com as palavras "doença de Crohn". Vamos ver se isto acelera as pequisas para a DC.Aqui ficam as partes que achei sere mais importantes/interessantes:

 

Era até há poucos anos um dos maiores tabus da indústria farmacêutica e da comunidade médica, mas o uso de canábis para fins medicinais tem vindo a crescer. E não se trata apenas de um crescimento em número de utilizadores. A canábis é cada vez mais estudada e são várias as empresas a tentar entrar num negócio multimilionário (...)

.

(...) a legalização da canábis para fins medicinais na Alemanha avança já no início do próximo ano. "Na Alemanha, 80 milhões de pessoas poderão ter acesso à canábis medicinal mediante uma simples prescrição do seu médico (...)

.

(...) Em março deste ano, o ministro alemão da saúde, Hermann Groehe, havia explicado o porquê da abertura da República Federal Alemã às novas terapêuticas. "O nosso objetivo é que os doentes graves sejam tratados da melhor maneira possível (...)

.

(...) A investigadora norte-americana não tenta fazer uma apologia do uso de canábis em todos os casos. Catherine considera "necessário que se estudem as composições químicas de cada espécie para que se perceba o que está em causa" e quais as melhores plantas para o tratamento de cada doença. Por enquanto, a administração da canábis para fins medicinais é feita "essencialmente através da inalação de vapores da planta seca, mas é preciso ir mais além". A ideia é que se criem também "sprays nasais e pensos dérmicos" seguros para os utilizadores. (...)

 

O original pode ser lido aqui:

http://expresso.sapo.pt/web-summit/2016-11-10-O-Velho-Continente-e-o-novo-mundo-da-canabis

09
Nov16

Remédios biológicos são tão bons quanto os seus ‘genéricos’

links1.png

 

Resumo:

 

Muito mais complexos, difíceis de fabricar e caros, os medicamentos biológicos também possuem os seus genéricos, conhecidos como biossimilares. Agora, uma análise feita a partir de vinte estudos mostra que os originais são tão bons quanto as suas cópias.

 

 

O original pode ser lido aqui:

http://brasil.elpais.com/brasil/2016/08/02/ciencia/1470125640_368210.html

.

08
Nov16

Cancro do cólon versus doença de Crohn: Causas, sintomas, fatores de risco e complicações

links1.png

 

Resumo:

 

Como o título indica este artigo faz uma comparação entre as duas doenças. O importante, e a razão pela qual decidi partilhar este artigo, é que as pessoas que têm DC apresentam um risco superior à população em geral de vir a ter Cancro do Cólon, por isso devem ter atenção e cuidado porque para piorar as coisas os sintomas são relativamente parecidos e se forem como eu, ignoram as dores e afins porque se tornou um hábito ter esses problemas frequentemente/todos os dias.

 

 

O original em inglês pode ser lido aqui:

http://www.belmarrahealth.com/colon-cancer-vs-crohns-disease-causes-symptoms-risk-factors-and-complications/

  

07
Nov16

A Vitality Biopharma anuncia avanços na utilização de cannabis para o tratamento das doenças inflamatórias intestinais

links1.png

 

Resumo:

 

Sei que é um assunto controverso, e vários leitores do blog são contra, a meu ver erroneamente, este tratamento. Mas o tratamento descrito não consiste em ir fumar umas ganzas para curar a doença, estamos a falar de um fármaco em formato de comprimido contendo apenas os princípios ativos relevantes ao tratamento da doença.Não terei qualquer problema em tomar este medicamento se se conseguir demonstrar a sua eficácia.

 

 

O original pode ser lido aqui:

http://www.marketwired.com/press-release/vitality-biopharma-advances-cannabosides-for-treatment-of-inflammatory-bowel-disease-otcqb-stvfd-2145792.htm

 

05
Nov16

Beneficios do chá de camomila incluem a doença de Crohn

links1.png

 

Resumo:

 

Há alguns anos atrás comecei a tomar chá de camomila quando tenho crises, porque alguém me disse que era muito bom para a barriga. Na verdade sempre pareceu ter um efeito muito apaziguador dos sintomas da doença, embora não o tome todos os dias.

 

Agora encontrei este artigo, e muito lá para baixo dizem que faz bem à doença de Crohn. Se calhar devia começar a tomar um chazinho todos os dias ao adormecer.

 

ps: O texto original é enorme, e tem imensa coisa que (pelo menos para mim) não interessa por isso transcrevi em baixo a parte que fala da DC.

 

O original pode ser lido aqui:

https://meioambienterio.com/2016/07/cha-de-camomila/

 

                                                                                                                                            

 

Parte interessante do artigo: 

Tratar a doença diverticular, problemas de intestino irritável e várias queixas gastrointestinais. Camomilas relatado anti-inflamatória e acções antiespasmódicos relaxar os músculos lisos que revestem o estômago e intestino. A erva pode, portanto, ajudar a aliviar náuseas, azia e flatulência relacionados com o stress. Também pode ser útil no tratamento de desordens diverticular e condições inflamatórias do intestino tais como doença de Crohn. 
04
Nov16

Pessoas com má higiene oral têm menos probabilidade de ter doença de Crohn

links1.png

 

Resumo:

 

O estudo efetuado monitorizou 20.162 pessoas entre 1973 e 2012, analisando a saúde oral dos participantes (dentes arrancados, utilização placa, e outros problemas orais), e chegou à conclusão que os participantes que registaram mais problemas orais têm menos probabilidade de vir a ter a doença (o mesmo não se verifica com a colite ulcerosa). Este resultado coincide com a teoria de que a ausência de exposição a micróbios devido a elevada higiene causa uma desregulação do sistema imunológico que por seu lado provoca o aparecimentos de doenças auto-imunes.

 

Este resultado não quer dizer que devamos todos ser uns labregos, que não tomam banho, não lavam os dentes e andam por aí a chafurdar na lama, porque também está provado que ausência de higiene está associada a uma enorme lista de problemas de saúde. A questão aqui é não haver exageros nem para um lado nem para o outro.

 

O original em inglês pode ser lido aqui:

http://www.belmarrahealth.com/inflammatory-bowel-disease-ibd-risk-lower-with-poor-oral-health-dental-plaques-reduce-crohns-disease-risk-study/