Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

30
Jun17

Peso: 65,3 kg

Peso 65,3 kg

 

Como prometido há uns meses atrás, deixo aqui a publicação trimestral do meu peso. Com o aumento da temperatura ganhei algum peso mas já estou a "passar fome" para ver se corrijo esse aumento de peso.

Antigamente tinha imensa dificuldade em ganhar peso, agora tenho dificuldade em não engordar. Irónico não é? 

 

06
Abr17

Peso: 64,6 kg

Durante a migração do blog tive de rever todos os posts antigos. 

Isso fez-me ver que os gráficos das pesagens são quase uma imagem de marca deste blog, e sinto falta de fazer estas publicações. Assim, decidi colocar o peso trimestralmente. Vamos ver durante quanto tempo consigo manter estes gráficos em dia .

 

Aqui fica o gráfico dos últimos 12 meses. Estou a engordar um pouco devido ao calor e a um certo descontrolo a nível de ingestão de coisas que não devo, e que são muito calóricas .

 

Peso: 64,6 kg

 

03
Mar17

Novidades e parvoíces minhas

Novidades

 

  • A minha crise do dia dos namorados está mais do que curada. Ainda não sei bem o que a provocou, mas ontem decidi - outra vez - usar o meu corpo em prol de todos os doentes de Crohn!!!!!!! Errrrrrr, ok, só em prol de mim mesmo . Então ontem comi chocolate de culinária, à volta de 25 g para perceber se a barriga ia entrar novamente em colapso total. A verdade é que não entrou, fez alguns barulhos mas nada de especial, e ela tem feito barulhos nos últimos dias, portanto não deve ser daí. Estou a chegar à conclusão que quanto mais básico o chocolate, melhor. Será que há algum ingrediente que eles misturam para fazer os Guylian e outros chocolates do género que o meu intestino não gosta?

 

                                                                                                                        

 

Parvoíces

 

  • Todos os anos disponibilizo um gráfico com a evolução do meu peso. Mas este ano esqueci-me completamente de fazer essa publicação perto do  ano novo. Terão de me dar algum desconto porque passei a passagem de ano em Espanha e estive um pouco desligado daqui .
    Aqui fica o gráfico do ano passado:

 

img_4395.png

 

  • O blog tem a "rubrica" Histórias de Crohn. Nela pus um formulário para as pessoas poderem responder às várias perguntas se quisessem participar. Nunca mais o google me avisou de nada e eu pensei que ninguém tinha respondido. Hoje, lembrei-me de ir ver se o formulário estava operacional, e de facto estava. Quando fui ao site dos formulários, para meu grande espanto, tinha 27 respostas!!! Para minha grande tristeza reparei que me esqueci de colocar no formulário uma pergunta sobre o nome das pessoas. ! Tenho 27 respostas sem conseguir sequer dar um nome às pessoas.Sinto-me duplamente um idiota, por não ter verificado as respostas ao longo do tempo e por não ter reparado num erro tão clamoroso como não pedir o nome .
10
Out16

Evolução da minha doença

Faz algum tempo que não falo de mim. Confesso que o blog se está a tornar numa "tarefa" que tendo a procastinar. Mas suponho que hoje estou com vontade de desabafar um pouco. Sinto a necessidade de exercitar os meus dedos no teclado. Acho que nunca contei a ninguém, mas adoro o som das teclas do computador a serem premidas, não sei bem por em palavras mas tem um efeito catártico ou calmante. Também há outros sons que têm esse mesmo efeito em mim mas acho que já estou a divagar demais, não vos chateio mais com isso. .

 

 

Relativamente à doença não há muito para dizer, tem-se portado bem. Não tenho tido dores, tenho comido muito poucas coisas que fazem mal e tenho reduzido a ingestão de hidratos de carbono. Esta redução tem resultado em duas coisas, a primeira é a minha "perda" de peso:

 

img_3727.png

 

Que aproveito para dizer, é uma perda desejada (já estava a ficar com barriga). O segundo efeito desta "dieta" é que me sinto melhor da barriga. E quando digo melhor é mesmo MUITO MELHOR! Não é só a minha disposição mas também a nível do funcionamento intestinal, praticamente não tenho diarreias e não a sinto, percebem o que quero dizer? Vivo o dia a dia sem me aperceber que tenho uma barriga, ao contrário do que me aconteceu durante anos e anos de doença.

 

Para além da redução de hidratos também tenho aumentado o consumo de vegetais (alface, tomate, brócolos), evitando, obviamente, as leguminosas (feijão, grão etc) e batata. Também só faço duas refeições por dia, e às vezes bebo um copo de sumo de frutos vermelhos ao pequeno almoço. Nada de snacks, só mesmo estas duas refeições, e sempre simples, massa ou arroz simples com uma proteína qualquer também o mais simples possível, evito comer carne seja vermelha ou branca, o dia a dia é composto por peixe (atum, salmão, truta salmonada etc) ou algo vegetariano (salsichas, tofu, hambúrgueres).

 

Cada vez tenho menos dúvidas que esta alimentação reduz, no meu caso particular, os efeitos da doença. Mas quando ponho o pé na argola tenho aqueles cólicas ou dores do costume, mas nada de muito grave (se não insistir nos erros). Também já passaram 2 meses desde a minha última crise:

 

crises.png

 

Vamos ver quando aparece a próxima, se a frequência de ocorrência se mantiver devo estar quase a ter uma as chatas! Estou cá para lutar contra isso e provar que consigo reduzir o aparecimento da doença.

03
Jan16

Peso no ano 2015

Deixei de por as evoluções do meu peso semanalmente ou mensalmente. Mas aqui fica o resumo do ano. Comecei a fazer exercício e tenho conseguido reduzir o tamanho da barriga, um dia destes pode ser que me lembre de tirar umas fotografias para comparar. Entretanto cá ficam os gráficos com a evolução do peso e do exercício físico que faço.

 

img_1753.jpeg

 

05
Nov14

Peso: 68,1 kg

Este mês:

 

img_0701.png

 

Este ano:

 

img_0702.png

 

Tive no sábado passado o que espero ser o penúltimo teste da minha vida. Incrível como já só tenho esta cadeira e a tese para fazer e fiquei uma absoluta pilha de nervos! O Crohn sempre a pregar rasteiras nas alturas mais importantes . Foi uma semana difícil mas parece que o peso não foi afectado.

 

É tão frustrante querer dar mais e ter a doença a puxar para baixo. Enfim, o mais importante neste momento é acabar a tese.

30
Set14

Peso: 66,4 kg

Vou mudar os gráficos do peso! Com o novo iOS 8 posso ter um log do peso no próprio telefone e dá-me muito menos trabalho do que estar a fazer um gráfico à lá pata como tem sido até agora. Portanto a partir de agora passa a ter este aspecto:

 

img_0620.png

 

Ainda por cima fica mais bonito do que quando sou eu a fazer  e mostra sempre os últimos 12 meses coisa que da outra maneira me obrigaria a fazer um gráfico novo todas as vezes que me pesasse. O único inconveniente é que ele mostra a média das medições de cada mês. Assim temos duas alternativas, ou mostro o peso só uma vez por mês ou mostro também o gráfico dentro de cada mês, que fica com este aspecto:

 

img_0621.png

 

Agora a minha pergunta é, ainda alguém liga alguma coisa a estes gráficos??? Querem isto mensal ou bimensal? Ou deixo cair estas publicações de uma vez por todas?