Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

23
Fev20

Peso: 66,5 Kg

Peso665.jpeg

peso665.jpg

 

Parece que o primeiro artigo no blogue este ano vem um pouco atrasado. 😬

 

Então aqui fica o meu peso medido alguns dias antes da passagem de ano. E felizmente que foi antes da passagem de ano 😅 (houve muitas gordices). Inscrevi-me num ginásio aqui perto de casa mas ainda não me consegui organizar a nível de horários e a que aulas devo ir. E como não tenho fechado a boca, o resultado é visível no gráfico. Não paro de subir! O que se calhar até acaba por ser bom sinal porque quer dizer que a barriga não está mal... Já deixei de ter as crises horríveis, descobri o culpado, mas vou deixar essa história para o próximo artigo.

 

Tive umas boas entradas este ano e vamos ver se o ano corre tão bem como começou. Será que vou conseguir não ter uma única crise? Não vomitar uma única vez? Já passaram quase 2 meses e estou no bom caminho 😃.

 

Tenho alguns planos de melhoria para este blogue a nível de conteúdos, vamos ver se finalmente consigo cumprir a minha palavra 😛.

 

Como está a correr o vosso ano?

 

 

Até à próxima 😉

 

 

04
Out19

Peso: 65,3 kg

peso 65.3 kg.gif

 

 

E é nisto que o meu blog se parece ter tornado. Um blog de gráficos do meu peso com algum texto em baixo 🙄 de 3 em 3 meses...

 

As férias este ano não foram nada de especial, sem muito a registar. Contive-me bastante na alimentação mas mesmo assim aumentei o peso em 2 kg, houve tanta coisa que não comi e parece que não foi o suficiente. Estava convencido que este ano tinha conseguido não engordar, maaaas não! 🤷‍♂️

 

A barriga tem andado relativamente bem. Não tenho tido quase dores nenhumas, nada de paragens de digestão ou vómitos ou algo do género, portanto estou bastante contente com isso e esperemos que se mantenha assim por muito mais tempo 😁.

 

E é tudo por hoje.

 

 

 

ps: Não se esqueçam de ir votar no domingo!!! 😜

01
Jul19

Peso: 64,0 kg

IMG-8374.jpg

 



Acabei de reparar que estes gráficos que o telefone faz automaticamente (onde registo os meu dados de saúde) não mostra o último peso, mas sim uma média do mês anterior 😒, o que explica o facto de a balança ter dito que eu pesava 64 kg e no gráfico aparecer um valor acima disso.

A nível de doença de Crohn não tenho nada a reportar, de um modo geral ando melhor da barriga, a dieta da nutricionista parece estar a fazer efeito. Mas há cerca de um mês que deixei de fazer exercício físico porque tive uma constipação um pouco forte e ainda estou a recuperar um pouco disso. Mas como me tenho portado bem a nível de dieta, continuo a perder peso (espero que seja gordura que estou a perder 😜).



Desculpem não andar a escrever mas ando a fazer grandes alterações na minha vida e tenho tido alguma dificuldade em conciliar o blog com isso (eu sei, pareço um disco rachado….).

07
Abr19

Peso: 65,9 kg

IMG-7897.jpg

 

Já não sei como começar estas publicações no blog, portanto vamos diretos ao assunto.

 

Começemos pelo peso em si. Tenho ganho algum peso mas acho que é maioritariamente musculo. Ainda não tinha falado sobre isto no blog porque queria fazer uma publicação só sobre isso (que tenho procastinado até à exaustão), mas há uns meses atrás comecei a fazer CrossFit. O Cross acabou por não correr muito bem e entretanto mudei-me para um ginásio. Talvez escreva algo mais em pormenor sobre isso aqui no blog nas próximas semanas. Voltanto ao assunto em questão, estou a escrever isto para dizer que estou a ganhar peso, mas também estou a ganhar bastante musculo. As calças não estão a ficar apertadas portanto estou convencido que não estou a engordar, perder gordura e ganhar musculo 💪🙂.

 

Vou deixar de colocar o gráfico que andava a colocar que tinha valores de percentagem de massa muscular etc, porque me apercebi que essas balanças são uma aldrabice. Se só tem sensores nos pés como é que ela consegue medir se tenho musculos ou não na parte de cima do corpo? Também não me parece que tenha sido um grande sucesso com os leitores do blog 😜.

 

Na próxima semana vou a uma nutricionista falar da minha alimentação para saber se estou a comer como deve ser e receber conselhos sobre alimentos alternativos aos que não posso comer. Vou ver se não me esqueço de dizer como correu 😉.

 

 

 

 

13
Abr17

Mais uma crise, mais abraçar sanitas.

Bolas, tive uma noite de pERDA (trocar o p por um M)! 

 

Ontem almocei fora, comi bifes com cogumelos. Queria comer uma sobremesa mas pensei que era melhor não comer para não fazer mal. Depois tive que tratar de alguns assuntos e andei de carro para a frente e para trás, esteve um dia com um calor infernal mas fui bebendo água ao longo do dia.

 

Cheguei a casa à hora do jantar e estava com fome. Comi uma sopa, fiz 5 douradinhos e jantei arroz branco com douradinhos e salada de alface com um pouco de rúcula. Não me senti enfartado, até dei uma espreitadela no frigorífico a ver se havia algo para "petiscar"  mas não havia nada!

 

Estive sentado um pouco na sala, fique com sono e decidi ir dormir, deitei-me às 23h. O cansaço era tanto que adormeci quase de imediato. Depois as coisas aconteceram da seguinte forma:

 

  • 1h11: Acordei mal disposto.
  • 1h33: Percebi que ia ter de vomitar.
  • 2h11: Bebi uma caneca de chá para encher o intestino de líquidos para facilitar a vomitar.
  • 2h23: Comecei a forçar o vómito , vomitei a muito custo, mesmo com o liquido que bebi, o vómito não estava muito fluido e custava a sair e acabei por vomitar pouco. Parece que mastigo bem as coisas, só consegui perceber que havia muita alface não digerida. Jantei entre as 8h30 - 9h30, cinco horas depois o conteúdo do meu estômago ainda não estava digerido. Parei de forçar o vómito porque me estava a doer a garganta dos sucos gástricos e de todo o ato de vomitar.
  • ~2h45: Decidi ver um filme no computador para me obrigar a estar na vertical (a posição horizontal é pior), e para não adormecer porque por experiência própria cheguei à conclusão que é pior, fico mais mal disposto.
  • 4h10: O filme tinha uma duração de 1h40, mas a uns 15 minutos do fim já não estava a aguentar mais o cansaço e acabei por me deitar e adormecer.
  • 5h10: Acordei outra vez mal disposto e com dores de barriga, percebi que tinha de ir vomitar . Fui para a casa de banho e forcei outra vez o vómito, nas primeiras vezes que forcei voltou a não sair grade coisa, se bem que os conteúdos do estômago já estavam mais líquidos, mas de repente o corpo decidiu vomitar por iniciativa própria e dei duas vomitadelas valentes! Tentei forçar o vómito mais um pouco mas não estava a sair nada. Nesta altura comecei a sentir o intestino a fazer barulhos e pensei que já tinha vomitado tudo o que tinha para vomitar, até porque a barriga parecia já não estar inchada na zona do estômago. Fui para a cama e acabei por adormecer.
  • 6h30: Acordei outra vez cheio de suores frios (que tive durante a noite toda) e com dores de barriga ainda maiores do que as que tinha antes, e a barriga muito inchadda. Lá fui de novo para a casa de banho abraçar a sanita, desta vez estava mais agoniado e até parecia que ia vomitar sozinho mas como o corpo não estava a vomitar, decidi dar uma ajuda e forcei o vómito outra vez . Mais uma vez, ao início não saiu grande coisa mas de repente deei duas vomitadelas bem grandes! Continuava a sair um liquido castanho acompanhado de pedaços de comida e uns pedaços muito pequenos de alface. Tentei vomitar mais mas não saía nada.
  • ~6h45: Fui para a cama, mal disposto, com suores frios e um pouco de cólicas. Não me lembro de me ter deitado, sei que fui para a cama mas a única memória que tenho a seguir é de:
  • 11h00 acordar de manhã SUPER cansado  e ensonado mas bem disposto! A barriga está a fazer alguns barulhos mas não tenho dores - mesmo palpando com força - e sinto-me bem, à parte da garganta que está a doer.

 

Não há dúvida que as minhas más disposições são devido a paragens de digestão mas não consigo encontrar um padrão que ligue os vários episódios. Das ultimas vezes consegui vomitar como deve ser e fiquei bem, mas desta vez foi mesmo  complicado e acabei a sofrer um bocado . Também é interessante ver como o gráfico seguinte:

 

Gráfico de crises

 

As crises parecem estar espaçadas mais ou menos pelo mesmo período de tempo, tirando algumas exceções. Provavelmente estarei a mostrar este gráfico outra vez daqui a dois meses pois parece ser o período em que estes episódios se repetem.

 

Uma coisa é certa, nesta pascoa nem amêndoas nem ovos de chocolate! (Se bem que sempre suspeitei dos coelhos que cagam põem ovos de chocolate .