Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

Blog Vencer a Doença de Crohn

Blog que acompanha a evolução da (minha) doença de Crohn, e que aborda temas/assuntos relativos à doença.

05
Abr18

Peso: 66,2 kg

Peso 66.2.PNG

 

Mais uma vez sem grandes alterações de peso, o que é normal 😉. 

 

Ando a fazer uma alimentação muito regrada em termos de quantidade de calorias de modo a não engordar (Ouvir um doente de Crohn a dizer uma coisa destas! 😅). Também tenho feito imenso exercício físico para:

 

......

 

You guessed it, perder peso!

 

Em Março fiz 67km de caminhada, queimei ~5500 calorias e já se nota uma ligeira perda de peso, mas ainda estou longe do objectivo de deixar de ter barriga de cerveja - apesar de raramente beber cerveja 😅. Tenho notado melhorias na barriga quando faço caminhada, acho que aumenta a mutilidade intestinal e nota-se que a barriga fica mais regular.

 

E por hoje é tudo. 🙂

 

 

 

04
Jan18

Peso: 64,75 kg

Peso: 64,75kg

 

Infelizmente esta perda de peso não se deve a uma dieta rigorosa durante o natal mas sim devido a uma gripe que começou no dia 24 🤒 e só acabou no dia 28, sendo que estive constipado a semana anterior toda!!! Este ano não houve dia de natal (25) cá em casa, teve de ser cancelado porque 3 pessoas ficaram com gripe 😷, e infelizmente eu fui uma dessas pessoas.

 

Acabei por ter de chamar um médico - já depois da gripe ter passado - porque saiu um pouco de sangue juntamente com expetoração verde quando tossia e porque apesar de já não ter febre tinha os brônquios muito apanhados, sempre que tossia saía expetoração esverdeada e no geral sentia-me bastante mal, sem fome, passava os dias todos a dormir e apanhei uma diarreia de proporções bíblicas que teimava em não passar!

 

Neste momento estou a antibiótico, o que me impediu de beber sequer um copo de vinho na passagem de ano. Passagem de ano que não foi mesmo nada de especial porque ainda me estava a sentir um pouco doente e mal disposto da barriga 😒😥. 

 

As duas últimas semanas do ano foram uma valente merda porcaria e a entrada em 2018 não foi muito melhor 😑. Esperemos que este ano traga muitas felicidades para compensar a porcaria de final de ano e para o ano que vem vou ver se tomo a vacina da gripe, porque a gripe deste ano foi MUITO FORTE, e não me está a apetecer passar por isso outra vez... 😤🤷‍♂️

03
Out17

Peso: 65,5 kg

FullSizeRender.jpg

 

 

E.... voltei!

 

Peço desculpa pela demora mas ando a tentar por a minha vida em ordem e com as férias pelo meio fui deixando os blogues ficar para trás.

 

Como se pode ver pelo gráfico, de um modo geral a minha doença está controlada, ou pelo menos não está suficientemente fora do controle para me afetar o peso.  Mantendo a tradição o meu peso aumentou durante o verão, mas desta vez o aumento foi muito menor. Isto deveu-se aos cuidados extra que tive este verão, comi menos, evitei beber cerveja e fiz muito mais exercício do que o costume.

 

 

Entretanto iniciei uma nova dieta de que irei falar noutro post , mas aviso já que não sei se é para todos .

 

Também me desleixei relativamento ao blog das notícias de Crohn, em princípio começarei a resolverei esse "problema" hoje, mas tenho uma duzia de e-mails para analisar e escolher o que interessa, não sei se conseguirei despachar tudo hoje. Também tenho de ver  se acabo de arrumar a "casa" aqui no blog, o que em príncipio também deve demorar algum tempo, tentarei o meu melhor. 

 

Espero que as vossas férias tenham corrido bem  e até já .

 

30
Jun17

Peso: 65,3 kg

Peso 65,3 kg

 

Como prometido há uns meses atrás, deixo aqui a publicação trimestral do meu peso. Com o aumento da temperatura ganhei algum peso mas já estou a "passar fome" para ver se corrijo esse aumento de peso.

Antigamente tinha imensa dificuldade em ganhar peso, agora tenho dificuldade em não engordar. Irónico não é? 

 

06
Abr17

Peso: 64,6 kg

Durante a migração do blog tive de rever todos os posts antigos. 

Isso fez-me ver que os gráficos das pesagens são quase uma imagem de marca deste blog, e sinto falta de fazer estas publicações. Assim, decidi colocar o peso trimestralmente. Vamos ver durante quanto tempo consigo manter estes gráficos em dia .

 

Aqui fica o gráfico dos últimos 12 meses. Estou a engordar um pouco devido ao calor e a um certo descontrolo a nível de ingestão de coisas que não devo, e que são muito calóricas .

 

Peso: 64,6 kg

 

03
Mar17

Novidades e parvoíces minhas

Novidades

 

  • A minha crise do dia dos namorados está mais do que curada. Ainda não sei bem o que a provocou, mas ontem decidi - outra vez - usar o meu corpo em prol de todos os doentes de Crohn!!!!!!! Errrrrrr, ok, só em prol de mim mesmo . Então ontem comi chocolate de culinária, à volta de 25 g para perceber se a barriga ia entrar novamente em colapso total. A verdade é que não entrou, fez alguns barulhos mas nada de especial, e ela tem feito barulhos nos últimos dias, portanto não deve ser daí. Estou a chegar à conclusão que quanto mais básico o chocolate, melhor. Será que há algum ingrediente que eles misturam para fazer os Guylian e outros chocolates do género que o meu intestino não gosta?

 

                                                                                                                        

 

Parvoíces

 

  • Todos os anos disponibilizo um gráfico com a evolução do meu peso. Mas este ano esqueci-me completamente de fazer essa publicação perto do  ano novo. Terão de me dar algum desconto porque passei a passagem de ano em Espanha e estive um pouco desligado daqui .
    Aqui fica o gráfico do ano passado:

 

img_4395.png

 

  • O blog tem a "rubrica" Histórias de Crohn. Nela pus um formulário para as pessoas poderem responder às várias perguntas se quisessem participar. Nunca mais o google me avisou de nada e eu pensei que ninguém tinha respondido. Hoje, lembrei-me de ir ver se o formulário estava operacional, e de facto estava. Quando fui ao site dos formulários, para meu grande espanto, tinha 27 respostas!!! Para minha grande tristeza reparei que me esqueci de colocar no formulário uma pergunta sobre o nome das pessoas. ! Tenho 27 respostas sem conseguir sequer dar um nome às pessoas.Sinto-me duplamente um idiota, por não ter verificado as respostas ao longo do tempo e por não ter reparado num erro tão clamoroso como não pedir o nome .
10
Out16

Evolução da minha doença

Faz algum tempo que não falo de mim. Confesso que o blog se está a tornar numa "tarefa" que tendo a procastinar. Mas suponho que hoje estou com vontade de desabafar um pouco. Sinto a necessidade de exercitar os meus dedos no teclado. Acho que nunca contei a ninguém, mas adoro o som das teclas do computador a serem premidas, não sei bem por em palavras mas tem um efeito catártico ou calmante. Também há outros sons que têm esse mesmo efeito em mim mas acho que já estou a divagar demais, não vos chateio mais com isso. .

 

 

Relativamente à doença não há muito para dizer, tem-se portado bem. Não tenho tido dores, tenho comido muito poucas coisas que fazem mal e tenho reduzido a ingestão de hidratos de carbono. Esta redução tem resultado em duas coisas, a primeira é a minha "perda" de peso:

 

img_3727.png

 

Que aproveito para dizer, é uma perda desejada (já estava a ficar com barriga). O segundo efeito desta "dieta" é que me sinto melhor da barriga. E quando digo melhor é mesmo MUITO MELHOR! Não é só a minha disposição mas também a nível do funcionamento intestinal, praticamente não tenho diarreias e não a sinto, percebem o que quero dizer? Vivo o dia a dia sem me aperceber que tenho uma barriga, ao contrário do que me aconteceu durante anos e anos de doença.

 

Para além da redução de hidratos também tenho aumentado o consumo de vegetais (alface, tomate, brócolos), evitando, obviamente, as leguminosas (feijão, grão etc) e batata. Também só faço duas refeições por dia, e às vezes bebo um copo de sumo de frutos vermelhos ao pequeno almoço. Nada de snacks, só mesmo estas duas refeições, e sempre simples, massa ou arroz simples com uma proteína qualquer também o mais simples possível, evito comer carne seja vermelha ou branca, o dia a dia é composto por peixe (atum, salmão, truta salmonada etc) ou algo vegetariano (salsichas, tofu, hambúrgueres).

 

Cada vez tenho menos dúvidas que esta alimentação reduz, no meu caso particular, os efeitos da doença. Mas quando ponho o pé na argola tenho aqueles cólicas ou dores do costume, mas nada de muito grave (se não insistir nos erros). Também já passaram 2 meses desde a minha última crise:

 

crises.png

 

Vamos ver quando aparece a próxima, se a frequência de ocorrência se mantiver devo estar quase a ter uma as chatas! Estou cá para lutar contra isso e provar que consigo reduzir o aparecimento da doença.

03
Jan16

Peso no ano 2015

Deixei de por as evoluções do meu peso semanalmente ou mensalmente. Mas aqui fica o resumo do ano. Comecei a fazer exercício e tenho conseguido reduzir o tamanho da barriga, um dia destes pode ser que me lembre de tirar umas fotografias para comparar. Entretanto cá ficam os gráficos com a evolução do peso e do exercício físico que faço.

 

img_1753.jpeg